QUESTÕES DE GÊNERO - FEMINISMO NEGRO

 

A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V -
- W - X - Y - Z

ALAMDA, Sandra
Damas Negras; sucesso, lutas, discriminação: Chica Xavier, Léa Garcia, Ruth de Souza, Zezé Motta. Rio de Janeiro: Mauad, 1995.
ISBN 85-85756-15-2

BAIRROS, Luiza
Nossos feminismos revisitados. In: Revista Estudos Feministas. IFCS/UFRJ & PPCCIS/UERJ. Rio de Janeiro, v. 3 n.2, p. 458-463,1995.

Mulher negra: reforço da subordinação. In: LOVELL, Peggy A. (org) Desigualdade racial no Brasil contemporâneo. Belo Horizonte: UFMG/CEDEPLAR, 1991, p. 177-193.

bell hooks
Intelectuais negras. In: Revista Estudos Feministas. IFCS/UFRJ & PPCCIS/UERJ. Rio de Janeiro, v. 3 n.2, p. 464-478,1995.

BENTO, Maria Aparecida Silva
Psicologia Social do Racismo: Estudos sobre branquitude e branqueamento no Brasil
Organizadora: Maria Aparecida Bento e Iray Carone
Petropólis, Rio de Janeiro. Editora Vozes. 2002
Conhecer o branco através da maneira como silencia ou se manifesta sobre negros é uma das inovadoras possibilidades que esta obra nos oferece. A ênfase sobre um problema negro, habitual na literatura clássica sobre relações raciais, convive com um suspeito silêncio sobre o lugar do branco, que parece ter estado ausente da história de 500 anos de Brasil. Contato: [email protected]

- A mulher negra no mercado de trabalho. In: Revista Estudos Feministas. IFCS/UFRJ & PPCCIS/UERJ. Rio de Janeiro, v. 3 n.2, p. 479-488,1995.

BERNARDO, Teresinha
Negras, mulheres e mães. Lembranças de Olga de Alaketu
. São Paulo: Pallas Ed., 2003.
O livro de Teresinha Bernardo, Negras, Mulheres e Mães, que foi sua tese de livre-docência, é uma antropologia das relações raciais no Brasil, orientada segundo dois eixos: gênero e religiosidade.

Borges, Edson; Medeiros, Carlos Alberto & D'Adesky, Jacques (orgs)
Racismo, Preconceito e Intolerância.
Editora Atual. 2002.
O livro trata das diversas formas de discriminação que permeiam as sociedades modernas. Explica de maneira esclarecedora conceitos como racismo, xenofobia, anti-semitismo, etnocentrismo e ação afirmativa.

BOULOS Jr., Alfredo
20 de Novembro: a Consciência Nasceu na Luta. São Paulo: FTD, 1992.

______. 13 de Maio, Abolição: Resolveu? São Paulo: FTD, 1990.

CARNEIRO, Sueli

Pela igualdade racial. Correio Braziliense - Coluna Opinião - 14/03/03

Tempo Feminino. (s/d)

Gênero, Raça e Ascenção Social. In: Revista Estudos Feministas. IFCS/UFRJ & PPCCIS/UERJ. Rio de Janeiro, v. 3 n.2, p. 454-552,1995.

Identidade feminIna. In: Caderno Geledés 4. São Paulo: Geledés-Instituto da Mulher Negra, novembro de 1993.

Organização Nacional de Mulheres Negras e as perspectivas políticas. In: Caderno Geledés 4. São Paulo: Geledés-Instituto da Mulher Negra, novembro de 1993.

"Terra nostra só para italianos.", Folha de São Paulo, 27/12/1999.

CARNEIRO, Sueli & CURY, Cristiane Abdon
O poder feminino no culto dos orixás. In: Caderno Geledés 4. São Paulo: Geledés - Instituto da Mulher Negra, novembro de 1993.

CAROSO, Carlos & BACELAR, Jefferson (orgs.)
Faces da Tradição Afro-brasileira. São Paulo. Pallas Editora. 1999. o Paulo,
Obs.: O livro contem textos sobre religioes afro-brasileiras de Armando Vallado, Angela Luhning, Andrea Caprara, Carlos Caroso, Ismael Pordeus Jr., Josildeth Consorte, Maria Lina Leao Teixeira, Mundicarmo Ferretti, Nubia Rodrigues, Ordep Serra, Pierre Sanchis, Reginaldo Prandi, Roberto Motta, Ruy Povoas, Sandra Medeiros Epega, Sergio Ferretti, Vagner Goncalves, Vilson Caetano de Souza Jr. e Vivaldo da Costa Lima, apresentados no V Congresso Afro-Brasileiro.

CASTRO, Mary Garcia
Relações sociais de classe e sexo/gênero na América Latina. In: ENCONTRO LATINO AMERICANO DE SOCIOLOGIA. Havana: ALAS, jun. 1991

CAVALHEIRO, Eliane
(Org.) Racismo e Anti-Racismo na Educação: Repensando nossa Escola. São Paulo: Selo Negro/ Summus, 2001.

______. Do silêncio do lar ao silêncio escolar. São Paulo: Summus, 2000.

CHAGAS, Conceição Corrêa
Negro: uma identidade em construção. Dificuldades e possibilidades. Rio de Janeiro/Petrópolis: Vozes, 199
6

CRUZ, Isabel.C.F.da
Detecção dos fatores de risco para hipertensão arterial na equipe de enfermagem. Revista de Enfermagem da UERJ, v.6, n.1, p.223-232, 1998.

Histórias de esquecimento brasileiro: considerações sobre os fatores de risco da hipertensão arterial em negros. *Submetido à Revista Baiana de Enfermagem e aceito para publicação. 1996.

Sáude Pública e discriminação étnica. In: MUNANGA, K. (org). Estratégias e políticas de combate à discriminação racial. São Paulo. EDUSP, p.261-264. 1996.

Sensualidade, sexualidade e emancipação: reflexões sobre a subjetividade da mulher negra. Revista de Enfermagem UERJ, v.3, n.2, p.227-232, 1995.

Mulher Negra: tópicos sobre saúde e doença. Rio de Janeiro. NESEN - Núcleo de Estudos sobre Saúde e Etnia Negra, p. 63. 1994.

As religiões afro-brasileiras: subsídios para o estudo da angústia espiritual. Revista Escola de Enfermagem USP. v.28, n. 2, p.125-136, 1994.

O Negro Brasileiro e a Saúde: ontem, hoje e amanhã. Rev. Esc.Enfermagem USP, v.27, n.3, p.317-327, 1993

CRUZ, Manoel de Almeida.
A Pedagogia Interétnica. Salvador: Faculdade de Educação da UFBA, 1985.

CUNHA Jr, Henrique
O dia nacional da consciência negra e os contestadores deste. novembro, 2002 -

Pesquisas educacionais em temas de interesse dos afrodescendentes. In: LIMA, I. C.; ROMÃO, J.; SILVEIRA, S. M. orgs. Os negros e a escola brasileira. Florianópolis: Núcleo de Estudos Negros (NEN), 1999. Série Pensamento Negro em Educação.

A História Africana e os elementos básicos para o seu ensino. In: Negros e o Currículo. Série Pensamento Negro em Educação. Núcleo de Estudos Negros - NEN, n. 2. Florianópolis, SC. 1997

African technology in the historical formation of colonial Brazil. Annual Meeting of African Studies Association. Boston, USA, 1993


D'ADESKY, Jacques
Pluralismo étnico e multi-culturalismo: racismos e anti-racismos no Brasil. Rio de Janeiro: Pallas, 2001.
Este livro trata da questão dos vários "Brasis" que existem em nosso país, com sua multiplicidade de recortes sócio-culturais e os problemas surgidos do embate histórico entre eles, abordando sua principal faceta: o preconceito racial. Com uma argumentação coerente e atualizada, percorre extensa bibliografia para mapear a origem do racismo, seu mecanismo e sua ocorrência na sociedade brasileira, que apesar de aparentemente tolerante, está muito longe do paraíso racial apregoado no discurso formal.

DIAS, Arcelina Helena Publio
Perdão, ÁFRICA, perdão!
Brasília:
Editora Rede do Mosteiro da Anunciação, 2003
O livro retrata a pegrinação da autora durante 500 dias pelos cinco continentes para estar com as populações excluídas e mais sofridas! A Editora Rede do Mosteiro da Anunciação, onde ela vive há quatro anos, é responsável pela edição do livro que ficou com 327 páginas em papel couche, 74 fotos pb e cores.
Contatos para aquisição do livro: Antônio Pádua Maia - [email protected]
Tels.: (61)225 1148 ou 567 3991.

Eduardo, Alexandre Carlos

1)EDUARDO, A. C., PEDERIVA, R. Detecção de falhas em Sistemas mecânicos excitados estocasticamente através da análise de correlações. In: Congresso Nacional de Engenharia Mecânica/CONEM, 2002, João Pessoa;

2.PEDERIVA, R., EDUARDO, A. C. Parameter monitoring of a rotor system excited by stochastic forces. In: IFTOOM-6th International Conference on Rotor Dynamics, Austrália, 2002;

3.EDUARDO, A. C. Concentração de Tensões em Dentes de Engrenagens devido a flexão. CIDIM. , v.2, 1999.


EVARISTO, Conceição
Ponciá Vicêncio.
Belo Horizonte: Mazza Edições. 2003.

FONSECA, Maria Nazareth Soares (org)
Brasil afro-brasileiro. Belo Horizonte: Autentica, 2000.
ISBN85-86583-79-0
Os artigos que compõem essa coletânea inserem-se na tendência de se atentar para as representações de negro que circulam em diferentes suportes da memória cultural: livros, objetos de culto,, objetos de arte, pesquisa etnográfica e na criação literária. Com uma proposta multidisciplinar, o livro pretende contribuir para o aprofundamento da discussão dos processos de invisibilidade das diferenças produzidos pela sociedade brasileira, quando, de alguma forma, procura apaziguar os conflitos étnicos-raciais para fortalecer-se enquanto totalidade harmônica e integrada.
http://www.autenticaeditora.com.br/

FONSECA, Marcus Vinícius
A Educação dos Negros: Uma nova face do processo de abolição do trabalho escravo.
Ed. da Universidade São Francisco. 2002.
Uma análise da abolição da escravidão tendo como parâmetro as discussões e as práticas educacionais que ocorreram a partir da Lei do Ventre Livre de 1871. Nele encontramos fundamentos históricos para reivindicação de ações afirmativas na área da educação.
E-mail: [email protected]

GILLIAM, Angela & GILLIAM, Onik'a
Negociando a subjetividade de mulata no Brasil. In: Revista Estudos Feministas. IFCS/UFRJ & PPCCIS/UERJ. Rio de Janeiro, v. 3 n.2, p. 525-543,1995.

GOMES, Ana Beatriz Sousa
A relação entre o currículo escolar e o aluno negro: um estudo de casa numa escola pública em Teresina-PI. Anais do XIV Encontro de Pesquisa Educacional do Nordeste, Salvador, BA, junho de 1999.

GOMES, Joaquim B. Barbosa.
Ação Afirmativa e Princípio da Igualdade
. Ed. Renovar. 2001
http://www.editoras.com/renovar

GOMES, Nilma Lino
A mulher negra que vi de perto. Belo Horizonte: Maza Edições, 1995
ISBN 85-7160-058-9

GOMES, Nilma Lino e SILVA, Petronilha B. Gonçalves.
Experiências étnico -culturais para a formação de professores. Coleção traajetória Editora Autêntica

GONÇALVES, Luis Alberto Oliveira & SILVA, Petronilla B. Gonçalves
O jogo das diferenças: multiculturalismo e seus contextos. Belo Horizonte: Autentica, 1998.
ISBN 85-86583-19-7

GRUPO DE MULHERES DO MNU
A luta da mulher negra.
Cadernos Ceas, Salvador, n . 75, p. 61-70, set/out. 1981.

LARKIN Nascimento, Elisa

O Sortilégio da cor. Identidade, raça e gênero no Brasil
O livro que se insere na nova corrente de reflexões sobre o negro brasileiro. Colocando o problema da identidade no centro de sua análise, a autora mostra que a identidade não é apenas um conceito teórico, mas se manifesta concretamente na realidade social. O livro descreve a recusa dos afrodescendentes em ver sua identidade diluída em uma homogeneidade cultural ditada pela branquitude e pelo universalismo europeu.
Comprar: http://www.gruposummus.com.br/detalhes_livro.php?produto_id=818

Sankofa: Matrizes africanas da cultura brasileira, v. 1. Rio de Janeiro: Editora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 1996. (org)

Sankofa: Resgate da Cultura Afro-Brasileira, 2 vols. Rio de Janeiro: SEAFRO, 1994.

A África na Escola Brasileira. Brasília: Gabinete do Senador Abdias do Nascimento, 1991. Segunda edição, Rio de Janeiro: Secretaria Extraordinária de Defesa e Promoção das Populações Afro-Brasileiras (SEAFRO), Governo do Estado do Rio de Janeiro, 1993.

LIMA, Ari
Espaço, lazer, máusica e diferença cultural na Bahia. Rio de Janeiro, CEAA, no. 31, 1997. pp. 151-160. In: Sansone, Livio e TELES, Jocélio(orgs). São Paulo/Salvador. O fenômeno Timabalada. Cultura musical afro-pop e juventude baiana negro-mestiça.Dynamis Editorial, Programa a Cor da Bahia. Projeto S.A.M.B.A. 1997.

LIMA, Márcia.
Trajetória educacional e realização sócio-econômica das mulheres negras. In: Revista Estudos Feministas. IFCS/UFRJ & PPCCIS/UERJ. Rio de Janeiro, v. 3 n.2, p. 489-495,1995.

MACHADO, Elielma Ayres
Ritmo da cor: raça e gênero no bloco Afro Agbara Dudu. Série Papéis Avulsos, no. 49, Rio de Janeiro: Ciec/ECO/UFRJ, 1996.

MAIA, Valcirana Vieira
A imagem do negro em charges de jornais em Teresina, Piauí. No prelo: Racismo e antiracismo em folderes e revistas brasileiras.

MALACHIAS, Rosangela
A visibilidade e vulnerabilidade da juventude negra. In: População Negra em Destaque - CEBRAP, 1998.

MARGARIDA, Rosa e Edimilson de Almeida Pereira
Comedores de Palavras. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2003
Você sabe o que é um “griot”? É como são chamados, na África, os contadores de histórias. Eles são considerados sábios muito importantes e respeitados na comunidade onde vivem. Através de suas narrativas, eles passam, de geração em geração, as tradições de seus povos. Nas aldeias africanas, era costume sentar-se à sombra das árvores ou em volta de uma fogueira para, aí, passar horas e horas a fio, ouvindo histórias do fantástico mundo africano transmitidas por estes velhos “griots”.

MATTOS, Maria Zilá Teixeira de.
Bonecas Negras, Cadê? O Negro no Currículo Escolar: Sugestões práticas. Belo Horizonte: Mazza Edições.

MONTEIRO, Jorge Aparecido
O Empresário Negro - histórias de vida e trajetória de sucesso em busca da afirmação social. OR Editorial: Rio de Janeiro, 2001.

N

OLIVEIRA, Fátima
Em nome do pai... e do clã. Jornal de Debates 1 155 ELEIÇÕES 2002
http://www.observatoriodaimprensa.artigosjd/60120021.htm

A brasileira do Ano: avanço ou retrocesso? Publicado em O Tempo, BH, MG, 12 de janeiro de 2002.

Simplesmente Roseana? Artigo. Seção OPINIÃO. Publicado em O Tempo, BH, MG, 2 de janeiro de 2002, p 6.

Oficinas Mulher negra e saúde. Belo Horizonte: Mazza, 1998
ISBN 85-7160-118-6

PAIXÃO, Marcelo
Desenvolvimento Humano e Relações Raciais. Coleção Políticas da Cor. RJ. DP&A editora. 160p. 2003.
ISBN 85-7490-250-0.
O livro é uma coletânea de quatro artigos, no campo das relações raciais, escritos, entre 2000 e 2002, pelo professor Marcelo J. P. Paixão. Estes estudos cobrem o debate sobre as desigualdades sociais e raciais no Brasil, com especial destaque para a pesquisa que desagregou o IDH de negros e brancos; um marco no aprofundamento da compreensão do abismo que separa as condições de vida de negros/as e brancos/as deste país.
Solicitação: mailto:[email protected]

PEREIRA, Neuza das Dores
Trabalhando com Mulheres Negras. In: Revista Delas. Rio de Janeiro: CEAP-Centro de Articulação das Populações Marginalizadas, 1993.

Pinto, Elisabete Aparecida
Ventres Livres: O aborto numa perspectiva étnica e de gênero
São Paulo. Fala Preta! Editora Terceira Margem. 2002
O livro é fruto de uma pesquisa realizada durante dois anos pela Fala Preta! Organização de Mulheres Negras. A autora reuniu e analisou diversos depoimentos de mulheres e homens, negras/os e brancas/os, sobre a questão do aborto.
Informações: fone/fax (11) 3277-4727 e 3271-1172
E-mail:
mailto:liz[email protected]

QUINTÃO, Antonia A.
As irmandades de pretos e pardos no Rio de Janeiro e em Pernambuco. In: Anais do Colóquio Internacional: Brasil, Colonização e Escravidão, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 1996.

As irmandades de pretos e pardos no Século XVIII; um estudo comparativo.
In: Anais do III Congresso Luso-Afro-Brasileiro, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 1994.

A preservação da identidade dos africanos no Brasil: conflitos e solidariedades nas irmandades religiosas de pretos e pardos do Rio de Janeiro e de Pernambuco no período pombalino. In: A Dimensão Atlântica da África. II Reunião Internacional de História da África: Evento Integrado às Comemorações do V Centenário do Descobrimento do Brasil, Rio de Janeiro, 1997

Docente diz que TV rejeita cultura negra
. Jornal Tribuna de Santos, Santos, São Paulo, 05/06/99.

Igreja, negritude e fé. Revista Intercic, São Paulo, 1997.

Irmandades negras: outro espaço de luta e resistência (São Paulo- 1870/1890) , In: Anais da XV Semana de História; Cultura Afro-brasileiras, Assis, UNESP,1995.

O protesto das Recolhidas de Santa Tereza (São Paulo-1852). In: Cadernos da Condição Feminina, nª 43, Congresso Internacional: O Rosto Feminino da Expansão Portuguesa, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 1994.

Ramos, Silvia (org.)
Mídia e Racismo. Pallas Editora, 2002.

Rede Mulher de Educação
Guia de apoio à construção de rede de serviços para o enfrentamento da violência contra a mulher

REICHMANN, Rebecca
Mulher negra brasileira: um retrato. In: Revista Estudos Feministas. IFCS/UFRJ & PPCCIS/UERJ. Rio de Janeiro, v. 3 n.2, p. 496-505,1995.

ROLAND, Edna.
Durban+ 1: 50 anos em 5

Reparar as Vítimas da Escravidão e Tráfico de Escravos. In: Revista Afirma.2001.

Reproductive Rights and Racism in Brazil: The Soda Crackers Dilemma. In: Reichmann, Rebecca (ed.), Race in Contemporary Brazil: From Indifference to Inequality, The Pennsylvania State University Press, 1999.

A Saúde Reprodutiva da População Negra: Entre Malthus e Gobineau. In: Margareth Arilha e Tereza Citelli (orgs.), Políticas, Mercado, Ética, São Paulo, Comissão de Cidadania e Reprodução e Editora 34, 1998.

Direitos reprodutivos e racismo no Brasil. In: Revista Estudos Feministas. IFCS/UFRJ & PPCCIS/UERJ. Rio de Janeiro, v. 3 n.2, p. 506-514,1995.

A Questão Étnica e Racial no Programa de Ação da CIPD. Revista Presença da Mulher, São Paulo, março 1995

Notas Críticas ao Programa de Ação do Cairo, Cadernos do CIM, São Paulo, 1994

A Saúde da mulher negra no Brasil. In: Caderno Geledés 1 - Mulher negra e saúde. São Paulo: Geledés - Instituto da Mulher Negra, maio de 1991

ROLAND, Edna & Pinho, M.D.G
Criadora Criatura. in Fernandes, M.E.L., D’Angelo, L.A.V., Vieira, E. M. (orgs.), Prevenção ao HIV/AIDS: a experiência do Projeto AIDSCAP no Brasil, São Paulo, Associação Saúde da Família, 1999 .

RIBEIRO, Matilde
Mulheres negras brasileiras: de Bertioga a Beijing. In: Revista Estudos Feministas. IFCS/UFRJ & PPCCIS/UERJ. Rio de Janeiro, v. 3 n.2, p. 446-457,1995.

ROMÃO, Jeruse; LIMA, Ivan Costa; SILVEIRA, Sônia Maria (orgs)
Educação popular afro-brasileira. Florianópolis: Núcleo de Estudos Negros, 1999. Série Pensamento Negro em Educação, n. 5.

SANTOS, Helio.
A Busca de um Caminho para o Brasil. 2002

SILVA, Alberto da Costa e.
Um Rio Chamado Atlântico - A África no Brasil e o Brasil na África.
287p. Editora UFRJ. 35,00
O livro reúne 20 ensaios sobre as relações históricas entre o Brasil e a África Atlântica. Segundo os editores, o autor desmistifica e ao mesmo tempo aprofunda a questão da vinda dos negros para o Brasil, mostrando, tanto no plano político quanto no cultural, as relações entre os dois países desde o século XVI até o século XIX. Mostra como o Brasil e África eram um mundo só.

SILVA, Ana Célia.
A discriminação do negro no livro didático
. Salvador: CED, 1995.

SILVA, Carlos Benedito Rodrigues
Da terra das primaveras à ilha do amor. Reggae, lazer e identidade cultural. São Luis: EDUFMA, 1995

SILVA, Consuelo Dores
Negro, qual é o teu nome? Belo Horizonte: Mazza Edições, 1995
ISBN 85.7160-057-0

SILVA, Edna de Mello
Retrato de Mulher - A Mulher Negra nas Revistas para o Público Negro - Estudo de Caso

http://www.intercom.org.br/papers/xxi-ci/gt15/GT1506.PDF

Silva, Jailson de Souza
Por que uns e não os outros?
Rio de Janeiro: Editora Sete Letras, 2003.
A obra, tese de doutorado em educação do autor, aprovada com louvor, narra a experiência bem-sucedida de Jailson e outros onze moradores do Complexo da Maré rumo ao diploma superior. "É um livro sobre esperança", explica. Jailson, migrante nordestino de origem pobre, não ficou apenas na teoria. Ele é fundador do Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré (CEASM), entidade que oferece, entre outras atividades, curso pré-vestibular.

SILVA, Maria Aparecida
O rap das meninas. In: Revista Estudos Feministas. IFCS/UFRJ & PPCCIS/UERJ. Rio de Janeiro, v. 3 n.2, p. 515-524,199

SILVA, Maria Aparecida(org.)
Ações afirmativas em educação Experiências brasileiras.
São Paulo: Ed. Selo Negro, 2003.
[email protected]:
Valéria Maria Borges Teixeira, Rosângela (Janja) Araújo, Rosane Borges, Lucimar Rosa Dias, Fernando Arruda, Eduardo Henrique Pereira de Oliveira, Cristiano Augusto da Silva, Cidinha da Silva (org.)
E
ste livro busca aprofundar o debate sobre as ações afirmativas, ampliando-o para além das cotas. São apresentados programas que visam garantir o acesso, a permanência e o sucesso de negros/as na universidade, possibilitando a realização do sonho de jovens que vivenciam processos estruturais de exclusão; são discutidas as metodologias de seleção de pessoas negras nesses projetos; são abordadas a África e a Afro-Ascendência na perspectiva da cultura construída pela matriz banto. Finalmente, são considerados os principais aspectos da discussão sobre as cotas para negros/as, especialmente o falso dilema - quem é negro/a no Brasil? – uma vez que, quando se trata de garantir direitos, a pessoa negra se desvanece na decantada miscigenação racial brasileira.

SILVA, Maria José Lopes da.
Fundamentos Teóricos da Pedagogia Multirracial. Rio de Janeiro: mimeo, 1988.

SILVA, Petronilha. (org).
O pensamento negro em educação no Brasil: Expressões do movimento negro. São Carlos: Editora da UFSCar, 1997.

SILVA, Nilza Iraci, RIBEIRO, Matilde & OLIVEIRA, Fátima
A mulher negra na década: a busca da autonomia. In: Caderno Geledés 5. São Paulo: Geledés - Instituto da Mulher Negra, julho de 1995
.

SILVA, Valdélio Santos
Rio das Rãs à Luz da Noção de Quilombo.
Artigo baseado no Capítulo 2 da tese de Mestrado do autor - Do Mucambo do Pau-Preto a Rio das Rãs. Liberdade e escravidão na construção da identidade negra de um quilombo contemporâneo - defendida no Mestrado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia, em março de 1998.

SIQUEIRA, Maria de Lourdes
Iyámi, Iyá Agbás. Dinâmica da Espiritualidade Feminina em Templos Afro-baianos. In: Revista Estudos Feministas. IFCS/UFRJ & PPCCIS/UERJ. Rio de Janeiro, v. 3 n.2, p. 436-445, 1995.

SODRÉ, Muniz
Claros e escuros: identidade, povo e mídia no Brasil. Petrópolis: Rio de Janeiro: Vozes, 1999.
ISBN 85.326.2128-6

Souza, Neusa dos Santos.
Tornar-se negro. Rio de Janeiro: Graal, 1983
.

SUDBURY, Julia
Outros tipos de sonhos - Organizações de mulheres negras e políticas de transformação. São Paulo:Ed. Selo Negro, 2003.
Este livro busca repensar e transformar os conceitos do feminismo. Entrevistando uma série de ativistas, a autora traça um quadro histórico das organizações de mulheres negras. As entrevistadas descrevem e teorizam o próprio trabalho, recuperando a imagem da sua ação coletiva para o pensamento atual.

TELLES, Edward
Racismo à brasileira: uma nova perspectiva sociológica. Rio de Janeiro: Cedeplar/UFMG e Relume Dumará Editora, 2003.

THEODORO, Helena
Mito e Espiritualidade: mulheres negras. Rio de Janeiro: Pallas, 1996. ISBN 85-347-0082-6

WERNECK, Jurema; WHITE, Evelyn C.; MENDONÇA, Maisa
O Livro da Saúde das Mulheres Negras: Nossos Passos Vêm de Longe. Rio de Janeiro: Palla, 2000. ISBN: 8534702179

 

 
A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V -
- W - X - Y - Z


Abel, Elizabeth, Barbara Christian, and Helene Moglen, ed.
Female Subjects in Black and White: Race, Psychoanalysis, Feminism. Paperback, 1997.

Allen, Zita.
Black Women Leaders of the Civil Rights Movement (African-American Experience) - School & Library Binding - December 1996

bell hooks
http://www.dc.peachnet.edu/~mnunes/hooks.html
bell hooks - foto

Wounds of passion: writing life. Henry Holt and Company. 1999.
ISBN 0415908086

Bone black: memories of girlhood. Owl Books. 1997
ISBN 0805055126

Killing rage: ending racism. Owl Books. 1996
ISBN 0805050272

Reel to real: race, sex and class at the movie. Routledge. 1999
ISBN 0415918243

Outlaw culture; resisting representations. Routledge. 1994
ISBN 0415908116

Teaching to transgress: education as the practise of freedom. Routledge. 1994.
ISBN 0415908086

Black looks: race and representation. South End Press. 1992.

Breaking bread: insurgent black intellectual life. South End Press. 1991.
(Wiht Cornel West)

Yearning. Race, gender and cultural politics. Boston:MA. 1990
ISBN 1-87326-200-0

Talking back; thinking feminist, thinking black. South End Press. 1988
ISBN 0896083527

Feminist theory from margin to center. South End Press. 1984
ISBN 0896082210

Aint'I a woman: black women and feminism. South End Press. 1981
ISBN 0896081129X

BROWN, Mary Jane.
Eradicating This Evil : Women in the American Anti-Lynching Movement, 1892-1940 (Studies in African American History and Culture). April 2000
ISBN: 0815336322

Calhoum, Craig. (editor)
Habermas and the Public Sphere. Massachusetts Institute of Technology, 1996, 4th printing.
ISBN 0-262-03183-3

Collins, Patricia Hill
Fighting words: black women and the search for justice. University of Minnesota Press. 1998.
ISBN 0816623775

Black Feminist Thought: knowledge, consciousness, and the politics of empowerment. (Perspective of Gender; v.2). Routledge: United States, 1991. ISBN 0-415-90507-4

Curiel, Ochy
La lucha política desde las mujeres ante las nuevas formas de racismo. Aproximación al análisis de estrategias.
(Fevereiro/2002)

Una (auto)críicas ante nuestras luchas políticas de cara al racismo. (Fevereiro/2002)

Davis, Angela
Blues legacies and black feminsm: Gertrude "Ma" Rainey, Bessie Smith and Billie Holiday. Vintage Books. 1999.
ISBN 667977263

Angela Davis - an autobiography. 1988

Woman, race and polictics. 1990.

Woman, race and class. New York: Vintage Books.1983
ISBN 0-394-71351-6

Walls into Bridges: Portrait of Angela Davis. Video Cassete - 30 minutes - Color - 1980 Directed and produced by Ed Guerrero, this is a black historical biography dealing with Ms. Davis as a teacher and political activist. Taped in cinéma vérité style, from interviews, day-to-day life, and public speaking engagements.
http://www.sfsu.edu/~avitv/avcatalog/88216.htm

Doyle, Laura.
Bordering on the Body: The Racial Matrix of Modern Fiction and Culture. 1994.


Gordon, Vivan V.
Black Women, Feminism and Black Liberation: Which Way? 1987.


Hubbard, Dolan, ed.
Recovered Writers/Recovered Texts: Race, Class, and Gender in Black Women's Literature.
1997.

Hull, Gloria T., Smith, Barbara & Scott, Patricia Bell
All the women are white, all the blacks are men, but some of us are brave: Black Women's studies. Feminist Press. 1986
ISBN 0912670959

James, Stanlie M. & Busia, Abena P.A. (editors)
Theorizing Black Feminisms: the visionary pragmatism of Black Women. Routeldge: Great Britain, 1994
ISBN 0-415-07337-5

Jarrett-Macauley, Delia, ed.
Reconstructing Womanhood, Reconstructing Feminism: Writings on Black Women. NY: Routledge, 1996.

 

Joseph, Gloria & Lewis, Jill
Commom Differences - Conflicts in Black and White Feminist Perspective. South End Press, Boston, 1986
ISBN 0-89068-317-9

Ling, Peter J.& Monteith, Sharon (Editors).
Gender in the Civil Rights Movement (Crosscurrents in African American History)
.Library Binding - August 1999.

Mabokela, Reitumetse Obakeng
Sisters of the Academy: Emergent Black Women Scholars in Higher Education
Paperback - April 2001

Moraga, Cherrie and Gloria Anzaldua.
This Bridge Called My Back: Writings by Radical Women of Color. Watertown: Persephone Press, 1981.

Mullings, Leith.
On Our Own Terms: Race, Class, and Gender in the Lives of African-American Women. 1996.

 

 

Nobles, Melissa
http://www.mit.edu/polisci/www/faculty/M.Nobles.html
Shades of Citizenship: race and censures in modern politics. Stanford University Press, 1998.

ROOKS, Noliwe M.
Hair, Culture, and African American Women. New Jersey: Rutgers University Press, 1996. ISBN 0-8135-2312-5

Smith, Barbara.
Neither separate nor equal: women, race and class in the south (women in the political economy). Temple University Press. 1999

Smith, Valerie.
Not Just Race, Not Just Gender: Black Feminist Readings.
NY: Routledge, 1997.

Sudbury, Julia.
Other Kinds of Dreams: Black Women's Organizations and the Politics of Transformation.
NY: Routledge, 1998.


Thomas, Bettye Collier-(Editor), V. P. Franklin (Editor)
Sisters in the Struggle: African-American Women in the Civil Rights-Black Power Movement
. Paperback - August 2001

Vaz, Kim Marie, ed.
Oral Narrative Reserach with Black Women. Sage, 1997.

Young, Gay & Dickerson, Bette J. (Editors)
Color, class & country. Experiences of Gender. London: Zed Books Ltd, 1994.
ISBN 1-85649-180-3

Zack, Naomi, ed.
Race/Sex. NY: Routledge, 1997